Algo bloqueia meu amor! Algo sobrenatural!

         
  Amar não é apenas uma questão de se encontrar o amor, mas também de se ter a capacidade de amar.
              Nosso chakra cardíaco fica sobre a glândula timo e esta profundamente conectado ao nosso espírito. É este encontro energético, ou vórtice que se bem desenvolvido e saudável nos da a capacidade de sentir e expressar amor, de nos conectarmos a outras pessoas. Quando em mal estado, ou bloqueado, por mais que um grande amor tente conectar-se conosco não seremos capazes de permitir o livre e profundo fluir da energia amorosa, tornando a relação de superfície e podendo gerar no outro a relação de não importância. 

               No atendimento de hoje a paciente, já na abertura, apresentava um ser (que não será citado para se preservar a privacidade) enrolado sobre seus ombros e sobre seu coração. A primeira vista parecia um impeditivo, mas com um breve olhar isento de julgamentos e preconceitos, logo foi possível notar que o ser estava ali para protegera a paciente de se ferir. 
                Quando entrei em contato mental com o ser ele nos mostrou e baixo antigo Egito, em torno de 3.200 a.c. e lá a paciente havia sido iniciada e fizera votos de sacerdotisa da crença da época, cujo ser era seu representante. O voto não incluía castidade, mas excluía completamente o casamento e a união a dois. Havia também toda uma degeneração da religião da época devido as mudanças de governo, transformando algo lindo e sagrado em algo nefasto. Com as crenças distorcidas das pessoas a paciente recebia ondas e ondas de energia negativa.
                 
Propus que fizéssemos uma vivência terapêutica, que no caso seria uma regressão com cura tanto dela quanto do rito em si.
            Chegamos nas ruínas do local onde estavam as sacerdotisas, escondidas devido as perseguições religiosas e políticas. Reunimos todas e com o trabalho multidimensional acessamos a luz primordial, a fonte que antes nutria e iluminava seu rito, purificando-o e curando-o, assim como as sacerdotisas e o ser que antes estava sobre ela e agora estava solto, sendo iluminado e abençoado. 
                 A paciente foi reiniciada em seus dons, mas seus votos foram modificados para a realidade em que vivemos hoje. Muita luz foi dispendida e ela chorou um pranto desbloqueador, podendo finalmente abrir seu coração.
                       Havia ainda um problema com a figura masculina ancestral e no final da regressão
propus uma constelação de campo sistêmico também por vivência, onde foram tratados todos ancestrais homens até que localizamos o ancestral que havia gerado o problema. Ele havia sido abandonado pelos pais e quando adulto tornou-se opressor e controlador por medo de perda e essa história vinha se repetindo de geração para geração. Quando, com seus próprios dons agora ativados, a paciente tratou este ancestral e a equipe espiritual/energética que atua na amar_terapia o deixou iluminado, equilibrado e em paz, uma verdeira onda de luz se propagou na direção da paciente vinda de seu ancestral, tratando a todos homens da família até a conexão com ela. Sua primeira percepção foi de alivio, depois paz e alegria.

               Tantos seres astrais quando problemas familiares são comuns no bloqueio da nossa energia de amar e precisamos sem julgamento, com muita luz e carinho remover os bloqueios e gerar o novo movimento, que trará de volta o fluxo natural, para que se possa amar! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MESA RADIÔNICA 2 - GEOBIOLOGIA, HARMONIZAÇÃO DE ESPAÇOS E MAGIA ELEMENTAL

Imagine poder: Analisar as energias da sua casa, de quaisquer imóveis tanto espirituais quanto magneticamente. Poder perceber a ...