O Alcool, a droga e a dor da alma

             Sempre que nos vemos envolvidos com tudo que nos amortece, nos faz esquecer ou com alguém que esta sob este vício, sempre nos vemos a pensar em como se entrou nisso. Mas não importando se é um vício familiar, depressão, festas, por trás de tudo isso existem duas coisas básicas uma mácula na alma e uma total inabilidade de lidar com situações conflituadas, uma parte da pessoa que em determinado momento da vida, muitas vezes na infância, ela ou você, acreditou que nada poderia ser feito a respeito de algo e a droga serve como um anestésico de suportabilidade. No mundo atual já estamos mais acostumados a recorrer ao amortecimento do que realmente olharmos para nossa dor e curá-la. Medicações são válidas quando a dor esta insuportável, mas nunca devem servir de freio para as atitudes de transformação, pois sempre há algo a ser feito.
          Você poderia dizer que para perda ou morte nada pode ser feito. Mas tudo que pode ser feito é feito em nós e toda perda diz respeito a outra pessoa, não a sua energia. Nossa alma tem suas marcas e elas antes de tudo precisam ser vistas e curadas. Os trabalhos com chama violeta, cromo, apometria e outras podem auxiliar as pessoas e muito nesta cura interna que removerá as energias e causas da dependência, regressão também.
             Quem sofre com vícios em drogas ou numa vida de excessivas festas e relações sem envolvimento, sente um vazio que grita, sangra e dói, mas não faz som algum. Mas isola o ser do mundo, de todos, pois ninguém sente sua dor e o distanciamento só cresce. A música, a literatura, as artes plasticas ganharam muito com isso, mas o ser sofreu simplesmente. Pessoas sensíveis precisam de ambientes sensiveis, da não valorização de midia de seu problema e de tratamento real e reaprendizagem de como viver. A luz faz isso e não é milagre, é apenas luz. Poder ser Johrei, Lótus, reiki, passe, imposição de mãos, o importante é a maior exposição possivel, juntamente com tratamento psiquico e psiquiatrico. Você pode dizer: Não sou maluco, eu bebo as vezes. Psiquiatra não trata somente um tipo de problema psiquico/neurológico, mas todo transtorno gerado por alteração química e definitivamente se você bebe um pouco e se altera, se se altera de humor, precisa de ajuda química para melhorar e muita luz para reverter sua dor interna. Florais, principalmente de Ipomeia e Water Violet são importantes.
                 Sabem, todos vocês amados, pode olhar para si e perguntar tudo o que detestam, odeiam, tem raiva ou ja estão amrotecidos demais para se importar. Pode ver. E depois, orar, pedir para as forças universais, sem se fanatizar e trocar uma droga por outra, que amor e luz comecem a mudar você, transformar e mostrar que é possível ser feliz. Possível para você, vibrar diferente e reescrever sua história sendo você um dependente químico, uma pessoa que sabe ser vazia sua vida, por mais socialmente bela que ela pareça, ou alguém ligado a uma pessoa assim. Não importa sua crença, peça para entrar em contato com esta felicidade e saiba que o caminho de volta é lento como a cicatrização de uma ferida que é mais demorada que o segundo que gerou o corte, mas vale tanto a pena. Viver, ah viver, se não foi bom até agora, somente estando vivo e tentando você poderá criar algo diferente. Mesmo num ambiente ruim, mesmo parecendo impossível, o mundo está tão cheio de coisas impossíveis que pedir e se deixar guiar é algo gratuito que só poderá te trazer algo bom.
                 Tem gente que ouve você e percebe sua dor, se chamam sensitivos e eles podem ajudar você!


Postagens mais visitadas