Ontem atendi dentro da sincronicidade do dia, pois não era minha paciente, uma senhora da minha idade, um pouco mais, que vive no que podemos chamar de parada no tempo, ou inferno vivo. É triste mas conheço muitas pessoas assim. Elas literalmente se destroem e não conseguem ver sua parcela de causadoras no fato das pessoas se afastarem. Observei sua consciência no passado e o fogo em seu coração. Precisava de ajuda, mas precisava querer.
Tudo inicia num trauma, normalmente rejeição ou perda, onde nossa consciência, pela dor, é projetada para fora de nós mesmos direto para a dimensão de nossa reação ao fato e se for raiva, para um dos infernos mais complicados de se sair. Tente não imaginar um inferno alegórico de filmes de terror ou da bíblia, mas um inferno real onde a felicidade das outras pessoas nos dói, onde cremos que Deus e os guias nos abandonaram ou não existem, onde temos raiva e ódio de uma forma crônica que se alimenta de mais e mais. Uma espécie de loucura que nos engole. Na Mitologia Grega chamamos de fúrias. Somente quem sentiu tem noção da sensação e da total incapacidade de parar de sentir.
Mas o problema é que para conviver aprendemos a mascarar esta face com doçura aparente. Chega parecer um processo bipolar, mas não é. Para ser bipolar você precisa oscilar e quando a pessoa que sofreu a parada de tempo está calma e doce, tudo é meramente aparência, uma máscara, uma ilusão.
Estas pessoas sofrem. Sofrem muito. O problema de tratar é que vêem o mundo como a causa de sua dor e de certa forma como pessoas detestáveis e querem ficar naquele momento como se pudesse ser mudado. Como se pudessem vingar o ato.
Nestas horas a terapia consciência é para a pessoa agredida, pois elas tendem a manipular um numero grande de pessoas que acabam tendo suas vidas transformadas numa grande bagunça. Estas pessoas busca auxílio e neste se houver grande conexão entre as pessoas os mentores podem tentar remover a consciência travada na raiva e trazer pra o agora. A sensação é a de acordar de um pesadelo de anos. Quando o trauma é de vidas passadas, até de milênios. Infelizmente com um deslocamento destes o perdão é algo que a pessoa não cogita, assim para acordar precisa primeiro voltar para o agora e sair do evento passado.
Se você esta preso num evento assim e parece que a vida é toda muito injusta, então busque os meios de voltar para o agora e acordar do tormento. A terapia de consciências pode ser uma opção.



Postagens mais visitadas