Canalização Mestre Sananda (Jesus)

Canalização Mestre Sananda (Jesus)
"Na minha vida na Judéia, eu passei muito tempo no deserto. Para alguns isso pareceria um grande sacrifício, mas o deserto pode ser um pedaço do paraíso se queremos um encontro profundo com nosso eu interno e com a imensidão da vida em si.
A meditação e a contemplação sem nenhuma interferência, o jejum feito da maneira correta e orações nas horas solares, para que não percamos a noção do tempo proporciona as condições perfeitas para elevação espiritual.
Foi no deserto que ouvi sua voz a primeira vez. Ali, isolado do mundo, eu estava com Ele, a fonte, o Deus que Noé tanto falara e que meus pais me ensinaram a amar.
Eu não estava num templo, eu não estava pagando nada, eu não estava diante de nada, eu apenas tinha areia e céu a minha volta.
Quando minhas indagações e angústias se cansaram e se curvaram ao som do vento e a esmagadora força do vazio, meu ser se inundou da mais sublime luz. Nada se compara a esta sensação, só percebe quem realmente se entrega e é capaz de abdicar de tudo de si. Não falo de roupas ou bens, mas abdicar de tudo o que considera certo ou correto, ou seu próprio pensamento, se tornando vazio o suficiente para que Ele possa entrar.
Não existia local mais bonito, não havia outra companhia que quisesse estar além da Dele. Ele, é apenas um modo que na época soube me expressar, pois A Fonte, este ser de imensurável luz, seria diminuído se fosse comparado a um gênero humano. Sua luz estava em mim e eu estava Nele. Eramos um só em essência e saber.
Amar era parte de ser tudo aquela nova realidade, pois esta fusão, este ser um só é ser o amor em si em todas as faces possíveis de sentir.
Lembrei ali, de quando estava vindo a Terra e tudo o que precisava ensinar e passar para que a mensagem fosse muito além de minha morte. Para que minha imortalidade fosse tão plena que mesmo milênios depois da partida do plano físico ainda as pessoas da Terra caminhassem amando uns aos outros como a si mesmos.
Eram tempos difíceis de se explicar um sentimento e mais ainda um sentimento tão absoluto.
Para se amar a Deus acima de todas as coisas, precisa-se antes estar com ele. E la foi a primeira vez em carne que eu estive consciente da nossa união. Não sou o único que tem A Fonte no coração, se fosse assim, meus ensinamentos de nada teriam valido e minha morte teria sido em vão.
Hoje olhando para os mesmos povos, mas em tempos diferentes ainda vejo muitos que não aprenderam a sentir e ainda discriminam outros seres, seus próprios irmãos e irmãs. Mas perto da época de meu nascimento e criação, me regozijo e alegro de ver muitos auxiliando os necessitados pela caridade, amando verdadeiramente e despertando conscientes da luz e Dele.
Muitos não são meus seguidores, e talvez sequer me conheçam, mas seguem meus ensinamentos amando e vivendo com amor e misericórdia e onde estes dois sentimentos estiverem eu estarei.
Falo com todos através da oração e do coração. A oração com fé e o coração aberto para sentir, ver e ouvir, a oração que não deseja e controla, mas pede a ajuda deixando o julgamento para Ele que tudo sabe e vê.
Quando falo que vos amo é porque realmente amo. Quando Deus está em nós é impossível não amar de completamente tudo e todos que são fruto de sua criação e perdemos a capacidade de destruir ou ferir.
Abençoados os filhos das eras, todos. Pois meu Pai Divino se manifesta em todos de todas as crenças nas formas que Ele considera mais próximas de seus filhos e também é inspiração para aqueles que mesmo distantes Dele, da sua luz necessitam para auxiliar na obra maior.
Sejam todos abençoados! Saibam eu sempre estarei convosco, mesmo nos momentos ditos terríveis, pois nele o aprendizado é mais profundo e preciso segurar suas mãos e pernas para que não sucumbam, e sim possam passar pelas pontes da grande jornada.
Que a paz esteja convosco!
EU SOU A LUZ, O CAMINHO, A VIDA E A MISERICÓRDIA QUE VIVA!"
Mestre Sananda (Jesus)
Ele sorria muito e passava uma grande alegria quando disse estas palavras.
Gratidão infinita.

Postagens mais visitadas